fbpx

Confraria do Arroz Carolino está de parabéns!

Confirmada oficialmente e com toda a dignidade, a Confraria do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas. O I Capitulo da Entronização teve lugar este sábado, perante a presença de trinta e nove Confrarias de todo o País e de muitos outros convidados.

Confraria Arroz Carolino

Cerimónia de Entronização contou com 39 Confrarias de todo o País

À chegada a Benavente os Confrades visitaram o Núcleo Agrícola de Benavente e ficaram agradavelmente surpreendidos com a exposição “Ciclo do arroz”. Seguiu-se uma cerimónia oficial de entronização dos Confrades, com o seu ritual próprio, onde todos juraram promover, divulgar e defender o arroz carolino produzido nas Lezírias Ribatejanas.

A Confraria Gastronómica de Almeirim e a Confraria de Gastronomia do Ribatejo foram as madrinhas, sendo que na cerimónia esteve presente a Presidente da Confederação Portuguesa de Confrarias Gastronómicas, Olga Cavaleiro, que enalteceu a importância do arroz carolino na mesa dos portugueses, um produto genuinamente português que agrega vontades, bastando olhar para a quantidade de Confrarias que quiseram estar presentes em Benavente, dando assim as boas vindas à nova Confraria oficializada. O banquete foi servido no Centro Cultural e foi composto por vários pratos de Carolino das lezírias ribatejanas: arroz de pato; arroz de bacalhau; arroz de cogumelos com espargos; arroz doce com arroz estufado e arroz doce com maracujá, entre outras iguarias.

Três entidades agraciadas 

A Confraria do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas agraciou, com as suas máximas insígnias, 3 entidades que, no seu entender, mais se distinguiram no apoio e colaboração prestados à Confraria, durante o ano de 2018: A Câmara Municipal de Benavente, na pessoa da vereadora Catarina Pinheiro Vale; a empresa Constantinos, na pessoa de Elisabete Constantino e o Chef José Maria Lino.

Do grande banquete fazem parte: Manuel Joaquim Castelo (Juiz da Confraria); António Rego Madaleno (Juiz Ajudante); Joaquina Rita David Palmar (Juiz Relator); Ana Sofia Vieira Almeida (Ecónomo Chefe); Carlos Pinto Coutinho (Ecónomo Ajudante); João Isidro matos (Carolino); Maria Manuela Lourenço Almeida (Feitor); Joaquim Manuel Louro Cabeça (Abegão); Eusébio Abreu Domingos (Arrozeiro); José Maria Lino (Capataz), mais 11 Confrades.

A finalizar fica uma nota de apreço ao grande impulsionador desta Confraria, o Carolino João Matos, que desde o primeiro momento não mediu esforços na dinamização de atividades para promover o carolino das Lezírias Ribatejanas e a nossa Região, por cá e nas deslocações por vários pontos do País.

Núcleo Museológico Agrícola

O Núcleo Museológico Agrícola acolheu o “mata-bicho” do I Capítulo da Confraria do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas, envolvendo cerca de 135 confrades representando 39 Confrarias Gastronómicas de todo o país. Gostámos muito de receber estes convidados e de ter a oportunidade de apresentar a exposição patente que, abordando o calendário agrícola, privilegia o ciclo tradicional da produção de arroz.

Confraria do Arroz Carolino

Picture 27 of 27

O Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas é com toda a certeza um produto de excecional qualidade e genuinidade que marca o património gastronómico tradicional, contribui para a valorização do território, do património cultural imaterial e da relevância económica da região. 
A Confraria do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas está de parabéns!

Fonte: Museu Municipal de Benavente

Fonte: Câmara Municipal de Benavente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *