fbpx

Júlio e Carolina

por Jorge Brito

Júlio & Carolina

São os nomes escolhidos por Jorge Brito, Ilustrador responsável pela criação dos elementos mais importantes do design gráfico do 3º Festival do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas

"Só assim sei ilustrar e não consigo trabalhar de outra maneira"

Todas as ilustrações de Jorge Brito têm uma história, um enquadramento, um Porquê. Júlio e Carolina não são excepção, fomos conhecer um pouco da história recriada por Jorge Brito para estes personagens que tão bem representam as gentes e as memórias do Município de Benavente

“Não São Histórias Reais, São a minha visão da História”

História de Júlio

“De ceifeiro em ceifeiro, a notícia corre por todo o rancho. As mãos também ouviram, pois arrepanham com mais alma os pés do Arroz. Nas foices brilham reflexos novos.” … o rancho ouvi-o e chega altivo ao grupo, e diz o meu nome é Júlio, Arroz da parte da Mãe e Gaibéu da parte do Pai. Júlio É o meu nome em homenagem ao último dos artistas que faleceu, Júlio Pomar. Júlio Pomar pintor que se juntou aos artistas, escritores que formaram o neo-realismo português e criaram a pesquisa ampla do propósito chamado “Ciclo do Arroz

História de Carolina

As Gaibéuas perceberam que falavam de trabalho. Um deles ria por tudo e fazia caretas quando mastigavam palavras.As camisas estava sujas de pó amassado com suor e as saias de cor vivas estavam encardidas do sol e das águas dos arrozais do Tejo, rostos queimados enegreciam-lhes os rostos. -As meninas donde são?!… perguntou o capataz. Carolina interrogada voltou a cara, mostrando mau modo. – Assim faz-se feia. Ora ria-se lá.

(Texto adaptado e alterado por Jorge Brito do Gaibéus de Alves Redol)

Carolina, mulher alta de corpo robusto moldado pelo o trabalho do campo, pele morena escaldada pelo o sol da Lezíria, cabelo escorrido espigado alourado de cor da palha pronta a apanhar. Ela mais uma de muitos ranchos que longe da família, alma viva pronta para o trabalho como para o balho, como diziam as raparigas “Aí o balho é a coisa melhor que temos na vida”.

Carolina, de Arroz Carolino nome carinhosamente atribuído pelo o nosso Luís Matias à nossa ceifeira personagem feminina do Festival do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas.

Cedi a um convite feito pela Sandra Figueiras para o Festival do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas de 2018, para efetuar várias ilustrações, nessa reunião com a equipa técnica, falei do que andava a fazer e a desenhar e... houve um CLICK de ambas as partes, explosão de ideias e tudo... e tudo é magia de criatividade!!”

Jorge Brito

Para ilustrar, preciso de texto, contexto de uma história seja ela fictícia ou real, não consigo trabalhar de outra forma”

Jorge Brito